NORTE 2020

A MOG actualmente possui 4 projectos aprovados pelo Norte 2020.

MOG REMOTE PROD

O presente projeto tem como objetivo principal investigar e desenvolver um novo sistema de produção remota de conteúdos para a TV Digital recorrendo a tecnologias cloud-based, contribuindo para a desmaterialização e sustentabilidade de todo o workflow produtivo. Por forma a atingir este objetivo, será implementada uma metodologia apropriada que passa pela definição dos requisitos funcionais e técnicos, pela conceção de soluções inovadoras de produção remota, pelo desenvolvimento das mesmas e pela realização de testes e ensaios.

a) Investigação e conceção de um novo produto que permita a disponibilização de um estúdio de produção móvel na cloud para LIVE TV (por exemplo, emissão de jogos de futebol e concertos) capaz de efetuar o processamento (transcodificação de vídeo, inserção de moscas, comutação de canais de vídeo, entre outros) do sinal de vídeo na cloud, de forma agnóstica em termos da simultaneidade de acessos à plataforma ou do número e tipo dos feeds de entrada, garantindo a interoperabilidade, escalabilidade e elasticidade;

b) Investigação e conceção de uma plataforma web-based para a monitorização e controlo da produção distribuída de TV que permita gerir as diversas estações de entrada (ingest) e saída (outgest) dos diversos centros de produção regional de uma estação de televisão, tendo por base uma arquitetura SOA (Service Oriented Architecture).

MOG CLOUD SETUP

O projeto MOG CLOUD SETUP tem como principal objetivo o desenvolvimento de um conjunto de ferramentas integradas de ingest, que, de forma automática e compatível com sistemas de aquisição baseados em ficheiros (file-based), possibilitem, para produções de media offline e em direto:

I- A identificação automática e em tempo real de conteúdos audiovisuais que têm de ser substituídos/eliminados antes de chegarem a cada canal de exibição, nomeadamente os conteúdos publicitários

II- A substituição ou remoção dos conteúdos sujeitos a contratos de exibição distintos para as diferentes plataformas, nomeadamente os publicitários, dentro do ecossistema de uma estação radiofusora para posterior ingest na cloud através de interligação transparente com a heterogeneidade existente de sistemas de automação e da utilização de tecnologias agnósticas ao formato dos ficheiros

III- A substituição dos conteúdos sujeitos a contratos de exibição distintos por outros mais adequados num ambiente totalmente cloud.

Este projeto é promovido pelo consórcio constituído pela MOG Technologies (promotor líder) e pelo INESC TEC.

MOG WALL SCREEN

Propõe-se com o projeto MOG WALL SCREEN, a criação de um acelerador de hardware desenvolvido a partir das mais recentes evoluções científicas e tecnológicas na área da eletrónica e que responda a um conjunto de desafios ainda existentes relacionados sobretudo com standards de indústria por definir completamente e também com a integração de tecnologias (ex: HDMI 2.0, USB 3.1). Espera-se que os resultados deste projeto permitam às próximas gerações de sistemas computacionais aceder às capacidades necessárias para suportar os processos de produção de conteúdos de resoluções ultra.

Este acelerador de hardware fará parte de todo um ecossistema a ser desenvolvido no âmbito deste projeto, que incluirá uma plataforma que permite a integração de sistemas de gestão na denominada Internet das Coisas (IoT) bem como de aplicações em dispositivos computacionais móveis e interfaces para garantir a compatibilidade com sistemas antigos ainda em uso, sendo um legado que terá que ser mantido.

Neste contexto, o projeto MOG WALL SCREEN tem como objetivo a investigação, conceptualização e desenvolvimento de uma plataforma que visa suportar resoluções ultra grandes de vídeo, assente em:

I- Modulo acelerador de hardware – placa eletrónica com capacidade de suportar a aquisição, transformação e reprodução de vídeo em resoluções até 8K;

II- Aplicação para sistemas computacionais móveis e para publicação da internet de gestão do ecossistema de aceleradores de hardware.

Este projeto é promovido pelo consórcio constituído pela MOG Technologies (promotor líder) e pelo INESC INOV e pela Universidade do Minho.

EUROSTARS 2 VALENCE

Atualmente, a publicidade está a passar por um processo de mudança de paradigmas.  As pausas publicitárias convencionais –

onde todos os espectadores assistem o mesmo anúncio ao mesmo tempo – estão num processo de morte lenta. Ao mesmo tempo, têm surgido novas formas de publicidade como a) o NIVA (Native In Video Advertising) onde o produto a ser promovido aparece “embebido” no próprio programa b) anúncios personalizados onde cada espetador vê um anúncio diferente e c) Utilização de serviços baseados na localização. O objetivo do projeto é comninar estas três tendências numa única plataforma. O projeto criará um novo ecosistema, baseado em tecnologia cloud, que permitirá criar novos modelos de negócio e fontes de receitas.

Serão exploradas tecnologias de telecomunicação para detectar a localização dos utilizadores, e pela primeira vez, ser  transmitir NIVA que reforça a marca associada ao local ou é apropriado para o mesmo, podendo outras marcas “alugar” este espaço publicitário ao detentor das infraestruras física e de telecomunicações.

A entrega no final do projeto será uma nova plataforma criada pela Mirriad (empresa estrangeira) e MOG para anunciantes, agências de publiciadade, detentores de direitos, distribuidores e fornecedores de serviços de cloud/rede.